Arquivo de Outubro, 2008

22
Out
08

Encontro de Sociologia da Educação

FOLHETO DE DIVULGAÇÃO

<http://www.aps.pt/cms/imagens/ficheiros/FCH48ea35def229d.pdf>  – FICHA DE INSCRIÇÃO <http://www.aps.pt/cms/imagens/ficheiros/FCH48ea35f999d19.doc>

 

A educação constitui hoje uma dimensão fundamental no desenvolvimento das sociedades, bem como na vida de cada pessoa. As suas conquistas e fracassos traçam caminhos, definem oportunidades, marcam diferenças. A melhor prova disso é a pluralidade de discursos e controvérsias em torno da educação. Num momento em que a escola acolhe o universo de crianças e adolescentes, outras formas de educação encontram-se em franca expansão, com modalidades diversas e para segmentos da população muito variados (formações on-job, reconhecimento de competências, universidades da 3ª idade, cursos para bebés, entre inúmeras outras).

 

Neste sentido, a Associação Portuguesa de Sociologia pretende fomentar a reflexão e a acção nesta área, criando um espaço de divulgação e debate acerca dos avanços mais recentes do conhecimento sociológico sobre as realidades educativas, a nível nacional e internacional, envolvendo os especialistas nesta área, bem como outras pessoas interessadas no tema, incluindo professores, formadores, técnicos, jornalistas…

A Sociologia da Educação tem conhecido inúmeros desenvolvimentos, em Portugal, desde os anos 70, tendo-se inclusivamente realizado algumas conferências de carácter nacional e internacional. Nos últimos anos, porém, esta importante actividade tem sido segmentada em seminários temáticos, não permitindo reforçar a unidade das várias linhas de trabalho. Neste sentido, a secção de sociologia da educação da APS considerou ter chegado o momento de organizar um encontro mais abrangente, que contribua para:

 

* a criação de um espaço nacional de apresentação, reflexão e debate sobre a Sociologia da Educação, seus métodos e resultados

* o reforço do interconhecimento e da colaboração entre os sociólogos da educação, bem como do sentimento de pertença a uma comunidade científica

* a consolidação e acumulação de conhecimentos sociológicos sobre as realidades educativas do nosso país

* a emergência de problemáticas e controvérsias que inspirem novas linhas de investigação, com relevância teórica e empírica

* o envolvimento dos sociólogos nos debates e controvérsias públicas relativas à educação e à formação, informando as políticas e as práticas de terreno

* o aumento da visibilidade pública e abertura desta área científica a todos os interessados, em particular, aqueles que se encontram no campo educativo

* a (re)definição, organização e dinamização da secção de Sociologia da Educação da Associação Portuguesa de Sociologia

* o desenvolvimento de estudos numa perspectiva comparada no espaço nacional e internacional

* a afirmação da comunidade científica portuguesa de sociólogos da educação nas redes de investigação internacionais

 

Convite para propostas de comunicação

O encontro visa divulgar e discutir resultados recentes e relevantes de pesquisas realizadas em sociologia da educação, pelo que convidamos todos os interessados em enviar-nos uma proposta de comunicação, incluindo nome próprio, instituição, endereço electrónico, contacto telefónico, título e resumo (máximo 250 palavras), até dia 15 de Novembro, para SocEd2009@gmail.com <mailto:SocEd2009@gmail.com> , utilizando para o efeito a ficha de inscrição <http://www.aps.pt/cms/imagens/ficheiros/FCH48ea35f999d19.doc> . O seu envolvimento é fundamental para o êxito da iniciativa.

 

Ainda que outros temas possam ser também considerados, serão especialmente bem-vindas comunicações que apresentem resultados de investigação relativos a:

 

– padrões de (des)igualdade social nos vários ciclos de ensino

– efeitos sociais da expansão do pré-escolar e da escola a tempo inteiro

– modelos de interacção na sala de aula, disciplinarização e indisciplina

– vantagens e desvantagens do regime de aprovação-reprovação

– estratégias educativas das famílias e relação com a escola

– modelos organizacionais de escola e impacto nos percursos de escolaridade

– novos modelos de administração, autonomia e gestão democrática das escolas

– práticas, movimentos e culturas profissionais dos professores

– aprendizagem ao longo da vida: qualificações e certificações

– transnacionalização das políticas educativas e comparação entre sistemas

– competências-chave na sociedade do conhecimento

– inovação na concepção e uso da sociologia da educação em contextos de intervenção, formação e/ou investigação Será valorizada a diversidade de perfis e campos de actividade dos proponentes, no sentido de alargar o espectro do debate e torná-lo mais inclusivo.

 

O programa definitivo, com todas as propostas aceites, será enviado para todos os proponentes até 30 de Novembro.

 

Inscrição

A participação no encontro é gratuita, mas está sujeita a inscrição, através do envio da ficha de inscrição <http://www.aps.pt/cms/imagens/ficheiros/FCH48ea35f999d19.doc>

devidamente preenchida, até dia 31 de Dezembro, para SocEd2009@gmail.com <mailto:SocEd2009@gmail.com> . Por motivos logísticos, a não-inscrição atempada poderá inviabilizar a participação no encontro ou, pelo menos, em algumas das suas actividades. Os proponentes de comunicações aceites devem também preceder à sua inscrição.

 

Organização

Associação Portuguesa de Sociologia

Comissão Científica: António Firmino da Costa (ISCTE), Almerindo Janela Afonso (Univ. Braga), Maria Manuel Vieira (ICS-UL), João Miguel Teixeira Lopes (FLUP) e Pedro Silva (ESE-Leiria) Comissão Executiva: Pedro Abrantes (CIES-ISCTE), Ana Diogo (Univ. Açores), Rosa Moínhos (Esc. Sec. Luísa de Gusmão), Hugo Mendes (Ministério da Educação), Alexandra Aníbal (IEFP), Maria Luísa Quaresma (FLUP), Tiago Caeiro (Obs. Violência Escolar)

Anúncios
22
Out
08

Quando pensamos que já nada nos consegue surpreender…

… invariavelmente estamos enganados.

Isto, por exemplo, surpreendeu-me.

Não tanto pelas roupas e arranjos domésticos, aos quais até reconheço atractivos interessantes. Além de que não vejo mal de espécie nenhuma em alguém querer vestir-se de uma maneira particular, ou criar ambientes interiores baseados num qualquer estilo.

O que me causou uma estranheza profunda, a raiar a imcompreensão, foi a vontade, presente em todas as três historias, de fazer de conta que o presente não importa. Que se pode simplesmente criar um casulo com as características desejdas e enfiar-se lá, sem saber, sem querer saber, quem é primeiro ministro. Sem conseguir ver tv ou ler jornais, porque são demasiado perturbadores. Que se queira regressar a um tempo em que as relações de género eram, supostamente, «mais simples».

Caramba, eu posso até dedicar-me a fazer pão caseiro e marmelada – que o faço – quando tenho tempo. Mas ai de quem me tire a possibilidade de o fazer apenas quando e porque quero e me reduza a uma criatura doméstica, sem importância política e relegada para um canto afastado da vida pública…

Não me entra na cabeça quem o faça porque sim.

16
Out
08

Professora

É oficial… Sou professora.

Vou começar a dar aulas no dia 24 deste mês, e logo ao nível da pós-graduação.

Ontem, pela primeira vez, chamaram-me professora. Bem, na verdade já me tinha chamado professora muitas vezes, mas não tinha impacto real, porque não era verdade. Os alunos da escola onde estagiei (como psicóloga) chamavam-me professora muitas vezes. Na ESE também me chamavam professora de vez em quando: no bar, onde não sabiam que era bolseira, ou uma vez por outra, os alunos, que não sabiam bem como me chamar.

Ontem chamaram-me professora e era a sério, porque é esse o papel que sou chamada a desempenhar, e era esse o papel que estava em questão na conversa. E nesse momento fiz-me professora. Nasci para esse novo lado, essa nova parte de mim. Garanto que teve um impacto mais fundo do que estava à espera.

E ao fim de uma formação que não era para a docência, de um mestrado em educação, e um doutoramento em curso sobre educação; depois de ter sido filha de dois professores, irmã de mais uma, aluna de muitos… a minha relação com a educação muda de lado. Junto-me ao lado dos professores. Com muito gosto. Com muito orgulho…

Só espero estar à altura do nome e da função. Torçam por mim!




Poeira e letras

Ora, o que eu pretendo, com esta edição renovada do poeira e letras, é continuar a partilhar as minhas reflexões e histórias do quotidiano, descobertas de músicas, sites com interesse ou simplesmente piada e recursos que podem interessar a quem, como eu, anda dedicado à educação. Neste espaço coexistem o pessoal e o público em doses q.b.
Outubro 2008
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Estatísticas do Blog

  • 189,553 entradas

Comentários Recentes

silvio paulo barcelo… em Músicas antigas
Elizelton em olha 1001!
Lula em Músicas antigas
Kat em Músicas antigas
Kat em Músicas antigas
Roberto em Músicas antigas
Izabel Gonçalves em Músicas antigas
ROMUALDO ROMANOVSKI… em Músicas antigas
rita neves em Músicas antigas
Izabel Kristina em Músicas antigas

Páginas