Arquivo de Fevereiro, 2009

28
Fev
09

E para desfazer já a seguir essa pontinha de inveja

Antes do concerto comi à pressa num café perto do coliseu… (suspense)… uma sandes com ovo… que me causou uma bela salmonelose. E fui toda enjoada e tonta apresentar o meu paper no Colóquio…

Oh, inclemência!

P.S.: Já estou boa, obrigada.

28
Fev
09

Só para meter nojo…

Nem que seja tardiamente.

http://blitz.aeiou.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=bz.stories/35484

Aproveitando a conferência em Lisboa, estive aqui.

28
Fev
09

Evasões bloguísticas

Ando evadida do blog… Tenho andado sem grande paciência para contar coisas, nem sei explicar bem porquê. Isto dos blogs tem fases, ao menos eu sinto isso… Há alturas em que dá imensa «pica», em que estamos a viver as coisas e já estamos a pensar «isto dava um bom post», mas depis há outras alturas em que, ainda que possam acontecer outras coisas, não apetece escrever. Ando pacífica e cheia de trabalho – talvez por isso não escreva!

Entretanto, descobri outros prazeres na blogosfera.

Andei muito tempo a ler pouco do que se passava – lá está a falta de tempo – e perdi a paciência para blogs de que antes gostava muito (vai-se-lá-saber-porquê…). Depois, pouco a pouco, voltei a vir piscar o olho à blogosfera. Mantive o interesse e o gosto por ler blogs, mas agora ando a apreciar mais os blog pessoais. Aqueles leves, bons de ler, bem escritos e com piada, de pessoas com vidas normais, mais ou menos parecidas com a minha (às vezes pouco), com as quais chegamos a sentir uma forte empatia à distância. O namorido não percebe. Há uns tempos atrás, um bloguista que não conheço pessoalmente e a quem nunca escrevi uma mensagem, embora leia regularmente o seu blog, teve uma grande desventura na sua vida. E quando li sobre ela, fiquei honestamente abalada. Como se de um amigo se tratasse. Um amigo silencioso e à distância, que nem fazia ideia que naquele momento me compadecia dele, quem quer que fosse… Pode parecer uma tolice, eu compreendo que sim… mas é real.

E dada a mudança geral de tom dos blogs que ultimamente tem chamado a minha atenção e dos quais me tenho tornado leitora mais ou menos assídua, tenho tido a necessidade de procurar novos blogs. Tenho seguido liks, ou visto caixas de comentários a posts de que gostei e ver os blogs de quem comentou com interesse. E, pela primenira vez, estou a ganhar o hábito de comentar posts. Não costumava fazê-lo, mas tem-me sabido bem e estou a fazer descobertas interessantes.

De resto… Volto a dar aulas no dia 6 de Março (está quase) e ando a prepará-las com afinco. Desejem-me sorte.

10
Fev
09

É injusto

Os organizadores de conferências não têm uma pinga de romantismo, tenho dito!
Quem se lembra de organizar uma conferência que termina no dia 14 de Fevereiro, lá para o fim da tarde? E ainda por cima marcar a minha apresentação para essa mesma tarde, que é para nem dar hipótese de me escapulir mais cedo? E assim vou chegar a casa tarde de mais para sequer jantar com o namorado…
é verdade que o dia dos namorados é uma treta, comercialóide e tudo o mais. Que não interessa ao menino jesus. Mas a verdade é que faz mossa. Se estivéssemos juntos nesse dia provavelmente nem fazíamos nada de especial, mas estar fora parece-me mal. É quase tão deprimente como estar solteira no referido dia – sim, porque os 14 de Fevereiro só contam mesmo a sério para quem está solteiro, divorciado, ou tem 14 anos. Para o resto de nós, só contam pela negativa e quando a distância se mete pelo meio… Apre.
Uma nota: se querem mesmo organizar conferências no dia 14 de Fevereiro e ainda assim querem ter conferencistas felizes, façam com que terminem de manhã, que ao menos dá tempo para chegar a casa a horas decentes e anti-depressivas. Obrigada.

08
Fev
09

correrias

Os dias têm passado. Seguidinhos. Uns a seguir aos outros, sem pausas, num corridinho incansável que ameaça roubar-me de vez o fôlego curto. Perdem a forma e transformam-se em traços indistintos, como em fotografias de longa exposição. E uma pessoa um belo dia para para respirar e verifica que passaram dias… mais do que deviam ter passado a correr assim tanto, tanto. Para mostrar fica um projecto lacrado. Muitos dias terão ainda que passar apressados até saber se terá pernas para correr também. desígnios de senhores sem nome o decidirão. Não eu. Eu já fiz o que podia e me competia, agora é com o tempo e os tais senhores.
Isto não quer dizer que a correria tenha acabado para mim. Ainda tenho muito que dar às pernas. Simplesmente parei um dia para respirar e mudar de direcção. Agora os projectos são outros, os meus, e merecem atenção indivisa.




Poeira e letras

Ora, o que eu pretendo, com esta edição renovada do poeira e letras, é continuar a partilhar as minhas reflexões e histórias do quotidiano, descobertas de músicas, sites com interesse ou simplesmente piada e recursos que podem interessar a quem, como eu, anda dedicado à educação. Neste espaço coexistem o pessoal e o público em doses q.b.
Fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Estatísticas do Blog

  • 188,068 entradas

Comentários Recentes

silvio paulo barcelo… em Músicas antigas
Elizelton em olha 1001!
Lula em Músicas antigas
Kat em Músicas antigas
Kat em Músicas antigas
Roberto em Músicas antigas
Izabel Gonçalves em Músicas antigas
ROMUALDO ROMANOVSKI… em Músicas antigas
rita neves em Músicas antigas
Izabel Kristina em Músicas antigas

Páginas