24
Dez
08

Apesar de tudo

Este tempo é inevitavelmente de balanços e o balanço deste ano de 2008 tem mesmo muito que se diga:

Foi o ano que começou com a despedida do Porto e com as obras lá em casa, com todas as imensas complicações e crises de nervos que isso implicou;

Foi, para além do mais, o ano em que tudo avariou, crashou ou deixou de funcionar;

Foi o ano em que estive meses a viver em casa alheia, graças à generosidade de uma amiga;

Foi um ano de grandes mudanças na família alargada – com casamentos, nascimentos, gravidezes e outros que tais;

Foi o ano de mudanças a nível pessoal incluindo a união de facto (não gosto do nome, mas não arranjo outro…),
Foi o ano em que adoptei os meus dois gatos;

Foi o ano em que devo ter estado mais tempo a tomar antibióticos vários do que estive 100% saudável e em que andei a gastar os assentos da sala de espera da clínica;

Foi o ano em que engordei 10 kg e ainda não foi este o ano em que me resolvi a frequentar um ginásio;

Foi o ano em que me tornei professora;

Foi o ano em que terminou o projecto de investigação da ESE e a edição do livro  – ainda não publicado;

Foi mais um ano em que o doutoramento andou a reboque dos outros projectos, mas terá que ser mesmo o último em que assim é.

Resumindo, foi um ano tão bom como mau, cheio de emoções fortes de toda a espécie.

E sim, a sombra da crise também andou por cá, as despesas foram muitas e as entradas as de sempre, a gasolinha andou a preços ridículos, o «namorido» acabou o curso e está desempregado, a irmã lá conseguiu emprego… mas isso é o menos!

Para o ano que vem:

1) se houver saúde já é meio caminho andado (ou mais);

2) fazer do doutoramento a prioridade n.º 1 (que bem merece e precisa);

3) continuar a investir nas minhas aulas e nos meus alunos;

4) inscrever-me num ginásio (e desta vez por lá os pés com regularidade) e perder pelo menos 5kg;

5) estabilizar as finanças;

6) arranjar mais tempo para os amigos e a família (e para mim, já agora, não era mau).

E nem preciso de mais resoluções, que estas já me vão dar trabalho de sobra, e, se as cumprir, farão de 2009 um ano com mais emoções boas que más.

Desejos: Saúde e trabalho para mim e para os meus, e claro, paz mundial, menos oscliações da economia, e um planeta que se porte bem (e que sejamos mais simpáticos com o nosso planeta).

Um bom ano para todos!

Anúncios

2 Responses to “Apesar de tudo”


  1. 20 20UTC Janeiro 2009 às 10:56 pm

    Olá achei seu blog por acaso, és de Portugal né?! que maravilha!!!

    Bjinho…

  2. 28 28UTC Fevereiro 2009 às 9:21 pm

    Estabilizar as finanças e arranjar um emprego são os meus maiores desejos para 2009.

    Parabens pela adopçao dos dois gatos. Tenho tres, todos adoptados. Nada melhor do que eles para me aquecerem a alma depois de um dia “de cão”.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Poeira e letras

Ora, o que eu pretendo, com esta edição renovada do poeira e letras, é continuar a partilhar as minhas reflexões e histórias do quotidiano, descobertas de músicas, sites com interesse ou simplesmente piada e recursos que podem interessar a quem, como eu, anda dedicado à educação. Neste espaço coexistem o pessoal e o público em doses q.b.
Dezembro 2008
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Estatísticas do Blog

  • 188,735 entradas

Comentários Recentes

silvio paulo barcelo… em Músicas antigas
Elizelton em olha 1001!
Lula em Músicas antigas
Kat em Músicas antigas
Kat em Músicas antigas
Roberto em Músicas antigas
Izabel Gonçalves em Músicas antigas
ROMUALDO ROMANOVSKI… em Músicas antigas
rita neves em Músicas antigas
Izabel Kristina em Músicas antigas

Páginas


%d bloggers like this: